Sua Santidade Chandramukha Swami, esta fazendo uma turnê pelo Brasil para o lançamento e apresentação do livro “Chaitanya Shataka – 100 versos em glorificação a Sri Caitanya Mahaprabhu de Srila Sarvabhauma Bhattacarya com comentários de Chandramukha Swami.
Um breve resumo dessa nova obra literária devocional.

“O autor do Caitanya-shataka é Srila Sarvabhauma Bhattacharya, o famoso Pandita que na ocasião do aparecimento de Sri Caitanya era o supervisor do Templo do Senhor Jagannatha em Puri. O Sri Caitanya-caritamrita descreve que depois de ter passado alegres dias em Shantipur na companhia de Sri Advaita Acarya e demais devotos, Caitanya partiu ansiosamente para Nilacala Puri para ter darshan com Jagannatha. Ao entrar no Templo, Ele não suportou a intensidade do êxtase e imediatamente desmaiou. Sarvabhauma Bhattacarya que estava presente naquele ensejo levou-O para sua casa, enquanto chegavam alguns devotos de Caitanya, incluindo Gopinatha Acarya, que era cunhado do Bhattacarya. Ao ouvir Seus devotos cantando os santos nomes, Caitanya recobrou Sua consciência externa. Depois disso, Sarvabhauma Bhattacarya acolheu os devotos com grande carinho e supriu-os com grande profusão de jagannatha maha-prasada. Em seguida, Gopinatha Acarya, que reconhecia a divindade de Caitanya, apresentou-O ao seu genro louvando Sua posição como a Suprema Personalidade de Deus fato que não pode ser aceito imediatamente pelo Bhattacarya e seus discípulos. Contudo, citando a autoridade das escrituras védicas, Gopinatha Acarya informou a Sarvabhauma Bhattacarya que ninguém pode compreender a Pessoa Suprema sem ser favorecida por Ela. Ao saber disso, Caitanya disse a Seus devotos que o Bhattacarya era Seu mestre espiritual e estava agindo movido por afeição sincera. No dia seguinte, ao se encontrar com Caitanya, o Bhattacarya pediu para que Ele ouvisse a sua explanação da filosofia Vedanta. Dando o Seu consentimento, Caitanya ficou por sete dias consecutivos à sua disposição. Mas como Caitanya permanecia ouvindo calado, Sarvabhauma perguntou-Lhe se Ele estava compreendendo os tópicos, ao que Ele respondeu: “Valendo-Me do significado direto (mukhya-vrtti), posso entender claramente cada sutra, mas tuas explicações baseadas no sentido indireto (gauna-vrtti) simplesmente confundem a Minha mente”. Depois de um interessante debate filosófico entre eles a respeito da autoridade das escrituras védicas, especificamente do Vedanta-sutra, o Bhattacarya, que era um seguidor impersonalista de Sankaracarya, foi totalmente derrotado pelo Senhor. A seu pedido, Caitanya explicou então o verso atmarama do Bhagavatam (1.7.10), apresentando-o de dezoito maneiras diferentes. Ao ouvir a apresentação do Senhor, todas as dúvidas que ainda restavam na mente de Sarvabhauma foram plenamente dissipadas e ele se rendeu totalmente aos pés de lótus do Senhor Caitanya. Ao constatar sua rendição sincera, o coração de Caitanya se derreteu por inteiro.