ISKCON

A Sociedade Internacional para a Consciência de Krishna ou ISKCON, do inglês International Society for Krishna Consciousness, é uma associação mundial de praticantes de Bhakti-yoga ou Vaishnavismo, que é a corrente monoteísta personalista do Hinduísmo. As bases filosóficas e históricas do Vaishnavismo estão contidas nos Vedas, livros que abordam a ciência espiritual pelo sistema de sucessão discipular e remonta há mais de 5 mil anos.

O Vaishnavismo passou por uma revitalização histórica liderada por Sri Chaitanya Mahaprabhu. Na Idade Média, ele combateu o sistema de castas e liderou a primeira manifestação política pacífica da Índia, há cerca de 520 anos.  Sri Chaitanya Mahaprabhu liberou o até então secreto cantar do Maha Mantra (grande canto para a liberação): Hare Krishna, Hare Krishna, Krishna Krishna, Hare Hare, Hare Rama, Hare Rama, Rama Rama, Hare Hare. Este mantra ajuda a liberar a mente das ansiedades, medo, stress pois evoca os Santos Nomes da Suprema Personalidade de Deus, chamado em sânscrito de Krishna (Supremamente Fascinante) e Rama (a fonte de todo prazer), dentre muitos outros nomes da Divindade Suprema.

Srila Prabhupada, o Acharya-Fundador da ISKCON

O Vaishnavismo está atualmente sendo propagado em mais de 100 países do mundo por meio da ISKCON. A ISKCON foi fundada em 1969, nos Estados Unidos, por Sri Srimad A.C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada, mestre autorizado na linha de sucessão discipular do Vedas.

Desde sua formação, a ISKCON se tornou uma confederação mundial com uma congregação de 250 mil devotos, dez mil dos quais morando em templos. Mais conhecida como Movimento Hare Krishna, a ISKCON é constituída por mais de 350 centros, 60 comunidades rurais, 50 escolas e 60 restaurantes no mundo todo. Sem mencionar seus projetos filantrópicos.

O projeto Alimentos Para a Vida, maior rede de distribuição de alimentos vegetarianos do mundo, alimenta milhares de brasileiros, em diversas capitais. A Escola de Bhakti de Franco da Rocha, em São Paulo, é totalmente gratuita e tem ajudado a diminuir a violência em uma das favelas mais perigosas do país. Devotos cariocas ajudam projetos como o Afroreggae, na Rocinha, e no Nordeste, em Campina Grande, a assistência social inclui até atendimento odontológico.