Por Vana Vihari Devi Dasi 

Já tem data marcada a próxima reunião de secretários e comitê executivo do Conselho Governamental da Sociedade Internacional da Consciência de Krishna (ISKCON) do Brasil (CGB). Ela acontecerá em São Paulo, na sede da Bhaktivedanta Book Trust (BBT), em Vila Prudente, nos dias 15 e 16 de setembro próximo. A última reunião aconteceu no fim de semana passado, durante 15 horas distribuídas entre os dias 18 e 19 de agosto, no Templo da ISKCON em Belo Horizonte, capital mineira. 

Deidades da ISKCON Belo Horizonte

Na verdade, foi o primeiro encontro de capacitação, no qual os secretários adquiriram métodos e ferramentas tecnológicas para elaborar planos de ação. Embora não estivessem presentes todos os secretários, estavam no evento todos os membros do Comitê Executivo do CGB, que puderam se reunir separadamente, em intervalos da plenária dos secretários. 

Em pé, da esquerda para a direita: Doutor Júnior, Guruprema Das, Advaita Candra Das, Srila Prabhupada, Mathura Natha Das, Krsna Parayana Das, Narayani Patni Devi Dasi, Vana Vihari Devi Dasi. Sentados: Sri Krsna Murti Das, Bandhu Caitanya Das, Bhaktin Áurea Cristina, Dhavali Das, Daruka Das e Vaishnava Krpa Devi Dasi.

Estavam lá também um membro do conselho fiscal da ISKCON, Mathura Natha Das, do Yatra de Porto Alegre, e o tesoureiro do CGB, Raghuvira Das, presidente do Yatra de Brasília. Dos secretários estavam Guru Prema Das, de Vitória, e Prana Vallabha Devi Dasi, de Juíz de Fora, da Secretaria Executiva do CGB; Krishna Parayana Das, de Vraja Dhama, da Integração Institucional; Vaishnava Kripa Devi Dasi, do Rio de Janeiro, da pasta de Cuidados aos Devotos; Narayana Patini Devi Dasi, do Rio de Janeiro, e Adwaita Chandra Das, de Nova Gokula, de Arte e Cultura; Bhaktin Áurea, de Salvador, e Vanavihari Dasi, de Nova Gokula, da Secretaria de Comunicação; Bhandu Chaitanya Das, de Itajaí, e Daruka Das, de Caruaru, da Secretaria de Distribuição de Livros e Harinama; representando a de Justiça estava o Bhakta Aristides Júnior, de Belo Horizonte.

Todos os secretários participaram do evento com muito entusiasmo e bancaram pessoalmente todas as suas despesas de viagens. Daruka Das chegou das Cordilheiras do Andes, no Chile, com o filho recém-nascido e a esposa, num Uno Mille. Bandhu Chaitanya Das disse que fez escalas em todos os aeroportos do País. Embora muito cansados, no final todos estampavam o resultado motivador do sadusanga.

O Comitê Executivo do CGB marcou presença com o presidente Dhavali Das, de João Pessoa; o vice-presidente Sri Krishna Murti Das, que também é presidente do Yatra de Belo Horizonte; e os secretários Vaishnava Kripa Devi Dasi, Bhandu Chaitanya Das e Daruka Das.

As secretarias elaboraram um planejamento simplificado e elegeram três metas-foco para programarem suas atividades. O Comitê Executivo do CGB fez duas reuniões rápidas, mas, segundo Dhavali Das, altamente produtivas. “Nosso grupo está muito bem entrosado, e tomou duas resoluções muito importantes”, diz ele.

Uma das resoluções às quais ele se refere é a organização de Encontros Regionais de Líderes, para reunir representantes de Templos e Centros de Pregação das regiões Norte, Nordeste, Sul, Sudeste e Centro Oeste. Também vai programar viagens de seus membros para visitar templos. O objetivo é aproximação dos projetos e disponibilização de assessoria para os desafios identificados. Serão visitas de caráter consultivo, e não para imposição de métodos.

Um turbilhão de ideias, propostas e inferências. Este é o resultado do encontro intensivo dos secretários, ou seria melhor dizer encontro intenso? Isso mesmo, a intensidade fica por conta da programação espiritual e do ritmo dos mineiro, que não é tão “quietinho” como dizem. Na manhã do domingo, último dia do encontro, o Comitê Executivo do CGB e os secretários caíram no sangita sankirtana, programa que reúne toda a congregação do Yatra de Belo Horizonte, devotos jovens, adultos, sêniores e crianças em uma hora de pregação e venda de livros na tradicional Feira de Artesanato da capital mineira, na Avenida Afonso Pena. A cada domingo, o lucro do sangita é revertido para um guru ou para um templo. Dessa vez o lucro foi dividido entre o CGB e a Campanha Viva Nova Gokula, para reforma do Templo de Radha Gokulananda, deidades principais daquele dhama sagrado.

San-Gita pelas ruas de Belo Horizonte

 

Dhavali Das, presidente do CGB, fazendo Sankirtan

Depois do sangita, o harinama fechou com chave de ouro a festa dos Hare Krishna na Feira de Artesanato. Como sempre, a graça e a leveza das devotas roubou a cena na Avenida Afonso Pena, com a secretária Narayana Patini Devi Dasi no comando da coreografia. Só para registrar: ela confessou que nesse dia ela fez sankirtana pela primeira vez na vida, e já vendeu um Bhagavat-gita.

Harinama...

  

... que encantou a todos e todas.

 

À noite, o tempo esquentou. Depois da aula do Festival de Domingo, que ficou por conta de Dhavali Das,  

Aula do Festival de Domingo

 

.. o kirtana pegou fogo na sala do templo. Jaya Lakshmi Das, um sankirtaneiro veterano, deu um show, fez até pirueta no chão, e de repente sumiu. Quando todo mundo pensava que o kirtana tinha terminado, Sri Krishna Murti Das olhou de lado, levantou a cabeça pensativo, discordou da ideia e retomou o kirtana, mais forte do que antes. O templo retumbava! Ninguém jamais se esquecerá desse encontro intenso. Nem os secretários do CGB, nem os devotos de Belo Horizonte. 

Kirtan do Gaura Arati liderado por bhaktin Áurea

Festival de Domingo

 

Fotos por Vana Vihari Devi Dasi e ISKCON Belo Horizonte.